Um desejo, pois às vezes até o café enjoa

Um desejo, pois às vezes até o café enjoa

Eu desejaria que um dia você não me desse bom dia.
Eu desejaria que um dia você esquecesse que eu existo.
Eu desejaria que você fosse uma pessoa diferente a cada dia.
Eu desejaria que você não repetiria o que fazes todo dia.

Eu desejaria uma estranheza, um frio na barriga, uma incerteza de um dia.
Eu desejaria uma inconstância, em certa abundância.

Eu desejaria mais adrenalina a cada dia.
Eu desejaria mais distância apesar da distância que já existe.

Eu desejaria que você se interessasse menos.
Eu desejaria ter que reconquistar teu sorriso a cada novo dia mas até que isso não se tornasse clichê.

De fato, eu sei que no fundo, bem no fundo eu desejaria que você fosse eu.

Mas falando em coisas possíveis, eu desejo que o desejo não acabe, paradoxalmente.

Deixe uma resposta

Fechar Menu