Menos carpe diem por favor

Menos carpe diem por favor

Você já deve ter ouvido aquela famosa frase: viva cada dia como se fosse último. Ela conota um significado lindo e maravilhoso ainda mais se for substituir isso por carpie diem que significa algo bem parecido e fica bem mais charmoso. Mas já parou para refletir o que ela realmente significa?

Eu parei pra pensar depois de ler o livro A arte de pensar claramente e discutir com um amigo sobre. No livro diz basicamente que essa frase tem um imediatismo implícito ou explícito, depende de quem vê. Algo como vamos zoar, nos divertir, viver intensamente hoje, foda-se o amanhã, as contas, eu quero é festa. Isso me fez pensar o quão inconseqüente ela é por pensar somente no hoje e esquecer do amanhã como se ele não houvesse.

Ora e se tiver o amanhã? Vamos continuar vivendo nessa loucura ou vamos tapar os buracos de ontem porque fizemos tudo sem pensar que tivesse amanhã. Isso acaba se tornando em algo como: viva o ontem sem tem tempo pra viver o hoje e muito menos pensar no amanhã. Mas como a frase tem a priori uma estética sonora incontestável, as pessoas logo pensam que é boa e acabam se identificando.

Mas não há somente pontos negativos no Carpe Diem, ele tem algo interessante que é a intensidade e o feeling que ajudam em determinadas etapas da vida onde precisamos arriscar algo e viver intensamente de fato.

O que proponho é um equilíbrio entre viver intensamente e planejar o amanhã. Se conseguir isso, parabéns , acredito que você terá mais chances de encontrar o seu fluxo. Não esqueça que o amanhã poderá chegar e talvez ser melhor do que ontem, e convenhamos ele depende muito mais de você do que qualquer frase bonita inspiracional.

Então, menos carpie diem por favor 🙂

Se achar algum erro no texto pode comentar 🙂

Deixe uma resposta

Fechar Menu